Home Festivais 42ª Mostra Internacional de SP: Relatos do Front
42ª Mostra Internacional de SP: Relatos do Front
CINÉFILOS
04 nov 2018 | Por Jornalismo Júnior

Este filme faz parte da 42ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Para mais resenhas do festival, clique aqui.

Ex-traficante relata o que é entrar e viver para o tráfico (Imagem: Reprodução)

Em um momento de extrema polarização política no Brasil, que divide muitos setores da sociedade em diversas questões, Relatos do Front (2018) mostra que na guerra da segurança pública, policiais versus traficantes de drogas, não há vencedores.

Dirigido por Renato Martins, o longa aborda a questão da segurança pública brasileira utilizando a situação da cidade do Rio de Janeiro como pano de fundo.  Diversos especialistas são ouvidos para traçarem o mapa desse tema: sociólogos, historiadores, jornalistas, psicólogos e juristas são alguns dos entrevistados. Mas não só eles. Pessoas como policiais civis e militares, ex criminosos, ativistas e familiares das vítimas dessa guerra, também fazem parte dos relatos que remontam o começo da segurança pública e seus desdobramentos no país.

O longa é construído com cenas documentadas pelo cinegrafista da equipe, além de cenas feitas por celulares de cinegrafistas amadores. São imagens de muito sangue, corpos, tiros e desespero. Um verdadeiro caos. Talvez por isso, o longa possa ter pecado um pouco, pois a exploração demasiada desses aspectos, além do foco no sentimento expressado pelos familiares, traz ao ar um certo sensacionalismo.

Ainda assim, consegue discutir a questão do ponto de vista solucionador, ou seja, não apenas apresenta os fatos, mas encontra alternativas para resolvê-los. Estes fatos que, segundo o longa, tem feito diversos políticos se elegerem, por anos, por meio do discurso “combater a criminalidade a qualquer custo”, quando na verdade, nenhum dos candidatos apresenta uma opção concreta para solucionar esses casos.

“Temos que parar de enxergar o outro como inimigo” – Beto, Policial Civil (Imagem: Reprodução)

Outro aspecto a ser elogiado é o desencadeamento das cenas e falas dos entrevistados, pois conectam-se entre si para dar um desfecho que sirva de conclusão para a causa de essa guerra permanecer sem solução: a não mudança de sistema, que é favorável aos poderosos, permitindo que continuem se alternando no poder enquanto os mais pobres, literalmente, se matam.

Relatos do Front (2018) traz uma importante mensagem àqueles que acham que não há mais solução para a guerra que sofre o Rio e o Brasil, como um todo.

Confira o trailer original:

TEASER RELATOS DO FRONT

Nosso Trailer saindo do forno.Vamos RELATOS DO FRONT!

Publicado por Relatos Do FRONT em Terça-feira, 30 de outubro de 2018

 

Por Crisley Santana
crisley.ss@usp.br

Cinéfilos
O Cinéfilos é o núcleo da Jornalismo Júnior voltado à sétima arte. Desde 2008, produzimos críticas, coberturas e reportagens que vão do cinema mainstream ao circuito alternativo.
VOLTAR PARA HOME
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Nome*
E-mail*
Facebook
Comentário*