E o Oscar vai para…

por Maria Beatriz Barros
mabi.barros.s@gmail.com

Os indicados a 88ª edição do Oscar foram anunciados hoje pela presidente da Academia, Cheryl Boone Isaacs e pelos diretores Guillermo Del Toro, Ang Lee e o ator John Krasinski, em uma conferência ao vivo do teatro Samuel Goldwyn, em Bervely Hills. Uma das premiações mais glamurosas de Hollywood, a entrega do Oscar acelera o coração dos amantes da sétima arte. Mas como ela é feita?

A Academia a Quem Todos Agradecem

A Academia Internacional de Artes e Ciências Cinematográficas surgiu em 1927, em um jantar na casa de Louis B. Mayer, co-fundador da produtora Metro-Goldwyn-Mayer (MGM). A ideia era criar uma organização para beneficiar a indústria do cinema, não só para exaltar as produções excelentes, mas também para assegurar a memória da sétima arte, bem como aprimorar as tecnologias que a envolvem.

A primeira edição do Oscar ocorreu em 26 de maio de 1929, dois anos após a criação da Academia. Os participantes foram indicados a doze categorias diferentes, algumas mantidas até hoje, como Melhor Diretor, Ator e Atriz, outras já extintas, como Melhor Entretitulagem.

Diferente da premiação que conhecemos atualmente, os vencedores foram anunciados três meses antes da entrega das estatuetas. Também os indicados poderiam ser nomeados pelo seu trabalho em mais de um filme. O evento aconteceu no Hollywood Rossevelt Hotel, na Califórnia, e as entradas custaram cerca de cinco dólares. Foi a única edição do evento não transmitida ao vivo.

Academy

Formação original da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Foto: Divulgação/Academia

Ao longo dos anos, o Oscar ganhou novas categorias, passou a ser transmitido ao vivo, e o misterioso envelope secreto contendo os vencedores virou parte essencial da premiação.

Oscar quem?!

A princípio, o prêmio concedido pela academia chamava-se Prêmio Concedido Pela Academia. Na década de 1930, porém, alguém achou que este não era um nome muito atraente, e nomeou a estatueta dourada de Oscar.

Muitas são as teorias sobre a origem do nome do prêmio dedicado aqueles que se destacaram na indústria do cinema, mas ninguém tem absoluta certeza de sua origem. A mais aceita e difundida é que uma funcionária da Academia, ao olhar o homenzinho dourado, disse que ele se parecia com seu tio Oscar.

Existem, no entanto, outras duas especulações muito populares quanto a gênesis do nome da tão cobiçada estatueta: a atriz Bette Davis reivindicou a autoria para si, afirmando que o troféu a lembrava de seu marido, Harmon Oscar Nelson; também, há quem dê os créditos de batismo ao jornalista Sidney Skolsky, o primeiro a usar o nome Oscar na imprensa.

Oscar

Quem Escolhe os Ganhadores

Lá em 1929, os indicados e ganhadores do Oscar foram escolhidos pela Awards Of Merity, um comitê composto por sete membros. Já hoje, a Academia conta com cerca de 6000 integrantes, divididos em 17 secções: Atores, Diretores, Diretores de Elenco, Cinegrafistas, Figurinistas, Maquiadores e Cabelereiros, Designers, Escritores, Produtores, Editores de Filme, Efeitos Visuais, Documentário, Música, Som, Curtas-metragens e Animações, Relações Públicas e Executivo.

A organização possui um presidente, três vice-presidentes e três diretores para cada uma das secções citadas, que formam o conselho. O cargo mais alto da hierarquia é atualmente ocupado por Cheryl Boone Isaacs, ex-diretora de publicidade da Paramount, e responsável pela campanha de marketing do filme Forrest Gump: O Contador de Histórias (Forest Gump, 1994). Já foram também presidentes os atores Gregory Peck e Betty Davis.

Há duas formas se tornar integrante da Academia, ambas por indicação. Cada categoria tem critérios específicos para a admissão de novos membros, mas no geral, aqueles que já concorreram a um Oscar, ou são apadrinhados por dois representantes da secção para qual desejam entrar, estão aptos a tentar um lugar na organização.

A partir de então, os requerimentos são analisados pelo conselho de diretores, que decidem quem será convidado a associar-se a Academia. Nomes como Tom Hanks fazem parte da atual gestão.

Elegibilidade

Para concorrer ao Oscar, o filme deve preencher certos requisitos. Não basta um enredo de qualidade e boa produção técnica, a obra cinematográfica tem que ter mais de 40 minutos de duração, ter sido lançada em um cinema público no ano anterior a premiação (por exemplo, a premiação de 2015 é relativa aos filmes lançados em 2014), em película de 35mm ou 70mm, ou em formato, e ter sido exibido em um cinema de Los Angeles por sete dias consecutivos. A elegibilidade para cada categoria pode ter, também, regras específicas.

Preenchendo todos estes requisitos, o filme entra para Lista de Lançamentos Elegíveis daquele ano. Antes da Academia selecionar os indicados a cada categoria da premiação, a lista com as produções passíveis de concorrer a estatueta é submetida a revisão das produtoras que lançaram os filmes presentes naquela, de modo a confirmar o interesse na participação no Oscar.

Os membros da Academia, então, votam para escolher os nomeados ao Oscar daquele ano. As indicações são geralmente feitas pelos integrantes da secção correspondente a categoria para qual a produção cinematográfica deseja concorrer, menos para Melhor Filme. Por exemplo, atores escolhem os melhores atores, escritores melhores roteiros e assim respectivamente.

Todas as categorias devem ter cinco indicados, com a exceção de Melhor Filme, cujos concorrentes devem ser mais de cinco e menos de dez. Caso algum nomeado seja posteriormente considerado inelegível pela Academia, não há a possibilidade de escolher outro representante de sua categoria para substituí-lo, e esta ficará com um indicado a menos.

Votação Final

A escolha dos ganhadores de todas as categorias do Oscar fica a cargo de todos membros da Academia, diferente da seleção dos nomeados. Os votos podem ser feitos tanto em papel como via internet, secreto de ambas formas. Uma vez contabilizados os votos, apenas dois sócios da PricewaterhouseCoopers, uma das mais renomadas empresas de auditoria do mundo, sabem do resultado até a noite da premiação, quando finalmente ficamos sabendo a conclusão deste complicado processo.

Veja, abaixo, a lista completa dos indicados ao Oscar 2016:

Melhor filme
A Grande Aposta
Ponte dos espiões
Brooklyn
Mad Max: Estrada da Fúria
Perdido em Marte
O Regresso
O quarto de Jack
Spotlight

Melhor diretor
Adam McKay – A Grande Aposta
Alejandro G. Iñarritu – O Regresso
George Miller – Mad Max: A estrada da fúria
Lenny Abrahamson – O quarto de Jack
Tom McCarthy – Spotlight

Melhor ator
Bryan Cranston – Trumbo
Matt Damon – Perdido em Marte
Leonardo DiCaprio – O Regresso
Michael Fassbender – Steve Jobs
Eddie Redmayne – A Garota Dinamarquesa

Melhor atriz
Cate Blanchett – Carol
Brie Larson – O quarto de Jack
Jennifer Lawrence – Joy
Charlotte Rampling – 45 anos
Saoirse Ronan – Brooklyn

Melhor atriz coadjuvante
Alicia Vikander
Jennifer Jason Leigh
Rooney Mara
Rachel McAdams
Kate Winslet

Melhor ator coadjuvante
Christian Bale
Tom Hardy
Mark Ruffalo
Mark Rylance
Sylvester Stallone

Melhor animação
Anomalisa
O Menino e o Mundo
Divertida Mente
Shaun, o carneiro
Quando estou com Marnie

Melhor filme estrangeiro
Embrace of the Serpent (Colômbia)
A war (Dinamarca)
Cinco graças” (França)
O Filho de Saul (Hungria)
Theeb (Jordânia)

Melhor trilha sonora
Carol
Os 8 Odiados
Ponte dos Espiões
Sicario
Star Wars – O Despertar da força

Melhor roteiro original
Ponte dos espiões
Ex Machina
Divertida Mente
Spotlight
Straight Outta Compton

Melhor roteiro adaptado
A Grande Aposta
Brooklyn
Carol
O quarto de Jack
Perdido em Marte

Melhor design de produção

A Garota Dinamarquesa
Ponte dos Espiões
Mad Max: Estrada da Fúria
Perdido em Marte
O Regresso

Melhor fotografia
Carol
Os Oito Odiados
Mad Max: Estrada da Fúria
O Regresso
Sicario

Melhor figurino
Carol
Cinderela
A Garota Dinamarquesa
Mad Max: Estrada da Fúria
O Regresso

Melhores efeitos visuais
Ex Machina
Mad Max: Estrada da Fúria
Perdido em Marte
O Regresso
Star Wars – O Despertar da Força

Melhor montagem
A Grande Aposta
Mad Max: Estrada da Fúria
O Regresso
Spotlight
Star Wars – O Despertar da Força

Melhor edição de som
Mad Max: Estrada da Fúria
Perdido em Marte
O Regresso
Sicario
Star Wars – O Despertar da Força

Melhor mixagem de som
Ponte dos Espiões
Mad Max: Estrada da Fúria
Perdido em Marte
O Regresso
Star Wars: O Despertar da Força

Melhor curta de animação
Bear Story
Prologue
Sanjay’s Super Team
We can’t live without Cosmos
World of tomorrow

Melhor curta de live action
Ave Maria
Day one
Everything will be okay (Alles Wird Gut)
Shok
Stutterer

Melhor cabelo e maquiagem
Mad Max: Estrada da Fúria
O Homem de Cem Anos que pulou da janela e desapareceu
O Regresso

Melhor canção original
Earned it – Cinquenta tons de cinza
Manta Ray – Racing extinction
Simple song #3 – Youth
Writing’s on the wall – 007 contra Spectre
Til it happens to you – The hunting ground

Melhor documentário

Amy
Cartel Land
The look of silence
What happened, Miss Simone?
Winter on fire: Ukraine’s Fight for Freedom

Melhor documentário de curta-metragem
Body team 12
Chau, beyond the lines
Claude Lanzmann: Spectres of the Shoah
A Girl in the River: The Price of forgiveness
Last day of freedom

Comentários