Nasce uma estrela: além do romance, uma história de lutas

nasce uma estrela 01

Foto: IMDb

O amor é o sentimento mais forte entre duas pessoas. Mas não é só essa mensagem que Nasce Uma Estrela (A Star Is Born, 2018) deixa aos espectadores. O filme marca a estreia de Bradley Cooper como diretor, além de Lady Gaga como protagonista em um longa, e nenhum dos dois decepcionou em suas funções. O filme conta a história de Ally (Lady Gaga), uma mulher que tem o sonho de ser cantora, mas já não confia tanto nas possibilidades, até conhecer Jackson Maine (Bradley Cooper), um cantor conhecido que se deixou levar pela vida de alcoólatra e viciado em drogas.

Ao procurar por um bar, Jack descobre a cantora e logo nota sua voz. Após uma noite conhecendo Ally, ele já não consegue esquecer todo seu talento e a chama para seu show, onde eles cantam juntos pela primeira vez. Começa aí o que seria uma grande história, não só de amor. O casal começa a cantar juntos, e Ally passa a abrir cada vez mais sua mente e coração para Jack — e para a música.

Jack a ajuda em sua trajetória e a apoia do jeito que é, sempre em conflito com bebidas, drogas e com sua história. Em todo momento, a protagonista demonstra paciência e amor ao seu parceiro, mesmo com tantas coisas acontecendo em sua vida. Sua fama vai aumentando, e a de Jack, decaindo aos poucos.

nasce uma estrela 02

A cada momento, sentimos a forte lealdade entre os dois. Foto: IMDb

Ao longo do filme, os dois se mostram cada vez mais dedicados um ao outro e lutam diariamente para se aceitarem. São muitos os momentos em que a relação é posta à prova, mas eles sempre acabam por deixar a paixão em primeiro plano.

Como dito, o romance não é o único destaque do longa. A música é parte essencial para o enredo e não decepciona. Todas as canções emocionam em suas performances e as letras captam muito das personagens. A apresentação de Shallow, música de destaque no filme, emociona a todo o momento por marcar o nascimento da estrela, Ally, em conjunto com uma estrela já consagrada, Jack.

 A atuação foi outro aspecto que surpreendeu. Em seu primeiro papel como protagonista em um longa, Gaga conseguiu passar muito bem a imagem de sua personagem: uma mulher determinada em seus atos e ideias. É claro que ela não deixou de lado seu talento na música. Todo o desenvolvimento de Ally como uma artista também foi muito bem explorado, mostrando todos os altos e baixos em sua vida, principalmente relacionado ao seu par. Cooper também soube incorporar o cantor viciado e alcoólatra de forma muito convincente, deixando à mostra os problemas pelos quais passava, desde familiares até com a própria Ally.

  Dessa forma, Nasce uma Estrela desenvolve seu enredo de forma a focar tanto na relação entre os dois como também na ascensão de Ally e decadência de Jack. Cooper, como diretos, conseguiu englobar tudo isso muito bem, sabendo como colocar cada elemento na medida certa. Sem dúvida, o filme levará seus espectadores aos mais diversos estados, sentindo cada desafio junto com as personagens e emocionando a cada cena.  

Nasce uma Estrela estreia no Brasil em 11 de outubro. Confira o trailer:

por Mariana Cotrim
marirocot12@gmail.com

Comentários