No Escurinho do Cinema

Saulo Yassuda

O cinema é o templo dos casais de cinéfilos. Apesar disso, nem todas as salas são acolhedoras para os apaixonados. O Cinéfilos reuniu algumas dicas para os casais aproveitarem cada vez mais as idas às salas escuras.

Antes e depois

O Reserva Cultural não é tão badalado como seus colegas da Paulista e da Augusta. Por isso é boa opção para os casais que querem fugir das longas filas. Depois do filme, pode-se comer e tomar um bom vinho no restaurante do cinema, que tem janela de vidro com vista para os pedestres da Paulista. Se a fome não for tanta, a opção é tomar um café na Boulangerie do Reserva. Prove o croissant de amêndoas (R$ 9,00) – ele é grande e dá pra ser dividido em dois.

Poltronas amigas

Para quem curte filmes arrasa-quarteirão e aconchego, os cinemas da rede Cinemark são uma boa opção. Todas as salas apresentam “love seats” – aquelas poltronas com braços móveis. Experimente as do shopping Eldorado, que tem uma das poltronas mais confortáveis da rede. Mas cuidado com as filas. O casal corre o risco de sentar separado nos filmes mais concorridos.

Cantinho bom

Em algumas salas do shopping Pátio Higienópolis, Frei Caneca e no Bristol, as fileiras laterais tem apenas dois ou três assentos, perfeitas para os mais “discretos”. Pode-se namorar à vontade, principalmente os que sentam na primeira fileira. Ela é “escondida” por uma parede e não ficam tão “na cara” da tela como as primeiras poltronas das fileiras centrais. A única desvantagem é que você terá de entortar o pescoço para assistir ao filme. Mas isso é detalhe para os namoradores.

Comentários