Pequenos só no tamanho

Ricky Hiraoka

Nem só de filmes infantis vivem os mini astros. Eles foram os responsáveis pelo desencadeamento de muitas tramas cinematográficas. Confira abaixo uma lista com dez filmes em que a presença dos pequerruchos são essenciais.

O Sexto Sentido: Quem não se lembra da célebre frase “Eu vejo gente morta”? Haley Joel Osment foi alçado ao estrelado nesse suspense campeão de bilheteria em que interpretava um problemático garoto que tinha contato com o além. Se não fosse ele, Bruce Willis acharia que estava vivo até hoje.

Central do Brasil: Dora (Fernanda Montenegro) teve sua vida transformada com a chegada de Josué (Vinícius de Oliveira), um menino órfão. Por causa dele, ela viaja até o Nordeste em busca dos parentes do garoto, encontrando uma razão para sua monótona vida.

Kramer Versus Kramer: uma separação não precisa ser necessariamente traumática. Mas para o personagem de Dustin Hoffman, foi. Quando sua esposa decide cair fora do casamento para viver livremente a vida, ele se vê obrigado a cuidar de seu único filho. Após se acostumar com a nova função, Hoffman tem que lutar para não perder o filho para a ex-esposa, que passa a brigar pela guarda do garoto.

Pixote – A Lei do Mais Fraco: após fugir do reformatório, Pixote (Fernando Ramos da Silva) passa a viver de pequenos assaltos até encontrar o afeto nos braços de uma prostituta (Marília Pêra). Garoto precoce esse Pixote.

A.I – Inteligência Artificial: Não só os brutos, mas também os robôs amam. Com o filho sofrendo de uma doença sem cura, um casal decide adotar um robô programado para amar chamado David (novamente Haley Joel Osment) . O filho humano é curado e o casal é obrigado a se desfazer do menino-robô. Rejeitado pelos humanos e pelos andróides, contando apenas com a ajuda do robô Gigolô Joe (Jude Law), ele inicia uma jornada para encontrar seu lugar num mundo.

O Óleo de Lorenzo: baseado em uma história real, o filme conta a saga de um casal americano (Nick Nolte e Susan Sarandon) que passa a procurar a cura para da doença degenerativa de seu único filho.

A Profecia: o anti Cristo vem a Terra no corpo de um garoto, filho de um casal americano. À medida que cresce, estranhas mortes começam a acontecer. Enfim, o garoto é o que poderíamos chamar de um verdadeiro capetinha!

A Testemunha: após seu filho presenciar um assassinato, Rachel ( Kelly Mc Gillis) é obrigada a se mudar junto com o pimpolho para uma comunidade amish. Nesse filme, a curiosidade quase mata, mas, em contrapartida, traz Harrison Ford como herói protetor. Vale a pena correr o risco?

O Anjo Malvado: quem se acostumou com as peraltices de Macaulay Culkin em Esqueceram de Mim, pode se assustar com o maquiavélico menino que ele interpreta. Culkin inferniza a vida do primo (Elijah Wood), provocando acidentes, torturando animais e até planejando a morte de parentes. E o pior: colocando a culpa no futuro Frodo. Perto dele, Flora é uma doçura!

Pequena Miss Sunshine: uma garota feiosa faz com que toda família embarque numa viagem pelos Estados Unidos a fim de participar de um concurso de beleza. Muito correria em uma estrada cheia de emoções.

Comentários