Para Cantar na Frente da TV

Mariana Franco

Anos atrás liguei a TV no meio da tarde e assisti metade do filme The Wonders. Acabei esquecendo a história, mas a música That Thing You Do continuou na minha vida. Vez ou outra saio cantando essa música, assim como muita gente. Agora, depois de assistir novamente o filme, é que ela não me sai mesmo da cabeça.

The Wonders – O Sonho Não Acabou  foi o primeiro filme dirigido por Tom Hanks (que também escreveu o roteiro e atuou), e conta a trajetória de quatro jovens do interior da Pensilvânia que saem com sua música da garagem de casa para os primeiros lugares da Billboards. Ambientado em 1964, a história da banda fictícia é uma espécie de resposta da música americana à Invasão Britânica.

Por conta de um acidente com o baterista, que quebra o braço às vésperas de um show de talentos na cidade,  James (Johnathon Schaech), Lenny (Steve Zahn) e T.B. (Ethan Embry) são obrigados a convidar Guy (Tom Everett Scott) para assumir as baquetas no festival. Guy impõe um ritmo mais rápido a That Thing You Do, que deveria ser uma balada, e faz com que a música vire um sucesso.

A empolgação do quarteto com a ascensão de sua música é contagiante, desde os primeiros sucessos nos clubes locais, a chegada da música ao rádio, os festivais de música pelo estado até a viagem à Califórnia e a aparição na TV. Em muito a banda lembra os garotos de Liverpool no início da carreira, em músicas como “She Loves You”.    A meteórica ascensão da banda, acompanhada de perto pelo produtor Mr. White (Tom Hanks), porém não vai longe. Como tantas outras bandas de um sucesso só, acaba dissolvendo-se.

Além dos quatro jovens e de Tom Hanks, esse clássico da Sessão da Tarde conta com as belas Liv Tyler e Charlize Theron. E com a música que o embala, que nos leva ao clima dos festivais dos anos 60, e nos faz querer cantar o tempo inteiro. Um filme que, mesmo depois de passada a infância, ainda nos contagia com aquela mesma animação das tardes na frente de TV.

É assistir e sair cantando: “Every day just doing that thing! I can’t take you doing that thing you dooooooo!” (pam-pam-pam-pam).

Comentários