Um tributo a Carrie Fisher, a Leia de ‘Star Wars’

  • A atriz Carrie Fisher, a Leia de 'Star Wars', morreu aos 60 anos

Filha do cantor Eddie Fisher e de Debbie Reynolds (Cantando na Chuva), Carrie Fisher nasceu parte da realeza de Hollywood. Sob os holofotes desde muito pequena, estreou no cinema como nada menos que uma princesa, a rebelde Leia Organa na trilogia original de Star Wars (1977-1983).

A carreira de Carrie poderia ser totalmente diferente. O papel de Princesa Leia, por exemplo, foi disputado com Jodie Foster. A atriz também recusou dois papéis importantes para a história do cinema: o de protagonista de Lagoa Azul (The Blue Lagoon, 1980) e o de Sarah Connor, em O Exterminador do Futuro (The Terminator, 1984).

Além de atriz, a eterna princesa Leia seguiu carreira como scriptdoctor, uma profissão em Hollywood que se destina a ler e avaliar o roteiro de filmes e apontar problemas estruturais. Foi Carrie quem reescreveu e ajudou no sucesso de Mudança de Hábito (Sisters Act, 1992), entre vários outros longas.

Carrie também foi escritora e um de seus livros autobiográficos, no qual ela fala sobre seu relacionamento com a mãe, virou filme. Lembranças de Hollywood (Postcards from the Edge, 1991) foi estrelado por Meryl Streep no papel inspirado em Carrie.

Carrie Fisher faleceu na manhã desta terça-feira (27), aos 60 anos. A atriz sofreu um infarto durante voo entre Londres e Los Angeles na última sexta-feira, e foi levada imediatamente após o pouso para UTI. Ao The Hollywood Reporter, a assessoria de imprensa de Fisher declarou: “É com profunda tristeza que Billie Lourd confirma que sua mãe, Carrie Fisher, faleceu às 8:55 desta manhã. Ela foi amada pelo mundo e fará muita falta”.

De volta a pele de Leia Organa em Star Wars: O Despertar da Força, em 2015, a atriz ainda estará no oitavo episódio da saga, previsto para estrear em dezembro de 2017. A Lucasfilm informou ao site TMZ que a produção — ainda sem nome — já está totalmente gravada. Um último tributo a brilhante carreira de Carrie.

Comentários