Um Velho, Um Veículo e Uma Viagem

Lynch nos mostra que nunca é tarde para repararmos nossos erros

Victor Caputo

Uma viagem através de alguns estados do centro-norte americano, mas dessa vez sem os veículos motorizados característicos dos road movies. “Uma História Real” (Staright Story), de David Lynch, nos mostra Alvin (Richard Fansworth), um velhinho teimoso e orgulhoso que está decidido a visitar seu irmão Lyle após receber uma ligação informando-o que Lyle teve um ataque cardíaco.

Ao longo do filme, tomamos uma lição de vida de Alvin, seja quando explica o motivo de seu distanciamento do irmão ou conta um pouco mais sobre seu passado. As conversas são emocionantes.

Enquanto assistimos a Alvin viajar temos a repetição das imagens do centro agrícola americano. Apesar de belas e muito apropriadas para o filme, o diretor usa-as de modo abusivo, plantações e tratores agrícolas aparecem incontáveis vezes. Infelizmente, acaba passando a impressão de que mais idéias ou possibilidades não apareceram.

As ótimas atuações de Richard Fansworth e Sissy Spacek rendeu-os diversas indicações a prêmios, incluindo uma indicação de Oscar para Fansworth. Devo dizer que as indicações e premiações foram merecidas. Um ator muito experiente, Richard Fansworth, consegue emocionar até o mais frio dos espectadores.

“Uma História Real” merece ser visto, já que é uma lição de vida. Um velhinho simpático nos mostrará que algumas coisas devem ser deixadas de lado para que não precisemos nos distanciar de pessoas muito importantes em nossas vidas.

Comentários